CONTOS

Alguns contos nasceram de acontecimentos reais, outros de lembranças infantis e ainda outros daquele puro delírio "ao correr da pena" que acontece quando não nos auto-censuramos.

As historinhas para crianças também têm aqui um lugar, algumas foram contadas aos meus filhos. A minha neta mais nova, Laís, gosta de brincar ao conto da noite, é assim: uma vez é ela que inventa e na seguinte sou eu. Nenhum destes contos foi ainda escrito, talvez um dia, quem sabe...


Voltar à página anterior